Crédito: www.wildlifephototour.com

O Grand Canyon e Monument Valley são dois ícones do estado do Arizona. Conhecidos mundialmente, as impressionantes atrações naturais fazem parte da maioria dos roteiros que passam pelo estado. Mas o destino também esconde alguns preciosos e charmosos redutos naturais, menos conhecidos e com uma diversidade de cenários impressionante, que valem muito a pena conhecer.

Na região norte, próximo à cidade de Page, está o belíssimo Horseshoe Bend, um local onde o Rio Colorado corta as formações rochosas em formato de U, cuja aparência lembra mesmo uma ferradura de cavalo. O local é lindo e arranca suspiros de seus admiradores. O acesso é fácil, por meio de uma trilha tranquila a partir da estrada Highway 89, ao sul da cidade. Fotógrafos costumam se apaixonar pelo local, que durante o meio da semana fica bem mais vazio, perfeito para ficar e apreciar todo a sua beleza. Para quem quer um pouco de atividade física em meio à natureza, também é possível fazer alguns passeios de rafting nas águas do rio.

Um fenômeno bem interessante que ocorre no Arizona são os chamados Sky Islands. No meio de uma vasta região plana no sudoeste, há uma série de cadeias de montanhas bem altas, em meio ao Deserto de Sonora e separadas por planícies áridas. Um desses Sky Islands são as montanhas chamadas Santa Catalina, que detém uma diversidade ecológica muito grande. Saindo de carro da cidade de Tucson, em menos de uma horas você passa de uma altidade de 760 metros para mais de 2.700 metros, o que significa que a temperatura e vegetação mudam completamente, passando dos gigantes cactos saguaros para pastos, carvalhos e pinheiros. Outra opção na região sudeste são as montanhas Chiricahua, um reduto dos índios Apaches e repleto de formações rochosas com formatos bem interessantes onde se escondem ursos e leões. Em apenas algumas horas da cidade, você pode sair da civilização e fazer trilhas e meio a natureza nas Ski Islands.

Já próximo à cidade de Flagstaff, aproximadamente 1h30 de viagem da borda sul do Grand Canyon, existe uma das maiores florestas de pinheiros do mundo. Ali também localizam-se as mais altas montanhas do estado, chamadas San Francisco Peaks. Há uma infinidade de trilhas que podem ser exploradas durante o verão e outono, como a escalada até o Humphreys Peak, com mais de 3.800 metros de altitude. Nos meses de inverno, muitas pessoas fazem vários tipos de atividades na neve, como o esqui cross-country e snowbiking a oeste da cidade, no Flagstaff Nordic Center.

Há muitos pequenos e desconhecidos tesouros no Arizona, não apenas naturais como mostrados acima, mas também charmosas cidades, cuja cultura é muito voltada para o Velho Oeste, com seus saloons e diners dos anos 50, minas desativadas, regiões vinícolas, festivais, cultura indígena e muito mais.

Venha descobrir tudo isso ao vivo e seja mais um apaixonado por esse lindo destino!

Para mais informações sobre o Arizona, acesse o site.

Arizona e seus tesouros naturais

Post navigation


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>