img_1713

A preocupação com a preservação do meio ambiente faz parte do dia-a-dia de um grupo de pessoas na Floresta Amazônica. Sabendo a importância de cuidar da diversidade da flora e da fauna, a empresa Expedição Katerre conscientiza e incentiva as comunidades ribeirinhas do Rio Negro a proteger espécies de quelônios, popularmente conhecidos como tartarugas, que estavam correndo perigo de extinção.

O trabalho de preservação das tartarugas foi iniciado há mais de vinte anos e ganhou o apoio da Expedição Katerre e do escocês Paul Clark, também fundador da escola Vivamazônia, que promove a alfabetização de crianças na região. As crianças da escola são ensinadas desde pequenas a cuidar do ambiente que as cercam, respeitando a natureza e aprendendo sobre seus ciclos e encantadores mistérios. A conscientização, tanto das comunidades quanto dos visitantes, que a empresa leva para uma imersão na Amazônia, tem resultados concretos, emocionando coletivamente todos que presenciam a soltura das tartarugas no rio.

O projeto começa com os ovos das tartarugas sendo recolhidos nas praias amazônicas e cuidados até que as tartarugas nasçam e desenvolvam uma carapaça mais dura. Isso aumenta as chances do animal de chegar à idade adulta. No momento certo, as crianças ajudam a soltar as tartaruguinhas no rio, e conhecem ainda mais sobre essa fascinante espécie da natureza, habitante do planeta há milhões de anos.

O homem precisa mostrar que é capaz de conviver em harmonia com a natureza, e não se tornar o inimigo de uma espécie que viveu por tanto tempo aqui e acabar com o equilíbrio natural da floresta. E com a ajuda das pessoas das comunidades e da Expedição Katerre, as crianças estão sendo educadas para proteger a natureza e criar um mundo melhor e mais sustentável.

E quem quiser conhecer mais sobre esse emocionante projeto pode fazer um roteiro com a Katerre, que leva visitantes para conhecerem o Rio Negro e seus afluentes em instigantes expedições.

As próximas saídas são do roteiro Parque do Jaú, que vão ocorrer nos dias 24 a 28 de abril; 9 a 13 de maio; e 8 a 12 de agosto. Apesar desse roteiro não estar ligado diretamente ao projeto, certamente vai te mostrar um novo mundo repleto de descobertas na natureza.

Para saber mais sobre a Expedição Katerre, acesse o site.

PRESERVANDO O EQUILÍBRIO NATURAL DA AMAZÔNIA

Post navigation


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>